Verifique a sua articulação temporomandibular

Bem Estar Você sabe onde é a sua articulação temporomandibular? Sabe o que elas são? Venha entender mais sobre essas articulações.
Você vai ler:

As articulações temporomandibulares ligam a mandíbula aos ossos temporais.

São articulações complexas que apresentam um menisco, sofrem pressões fortes e são ativadas por músculos potentes que se inserem sobre os ossos do crânio e do orifício superior do tórax.

Elas executam movimentos de abertura e de fecho, assim como movimentos de lateralidade chamados movimentos de didução.

Pode existir perturbação nestas articulações por traumatismo, doenças articulares como a artrite reumatóide, desequilíbrios nas tensões musculares, excesso de atividade como no bruxismo.

Sofre, também, de constrangimentos mecânicos à distância como os desequilíbrios de bacia, dismetria dos membros inferiores, entre outros.

Não podemos esquecer o papel das emoções sobre estas articulações: a crispação da raiva e da impotência, o boquiaberto do espanto e o riso de alegria, por exemplo.

Uma forma de avaliar as suas temporomandibulares é introduzindo os 3 dedos (indicador, médio e anelar) sobrepostos entre os dois maxilares. Se não for capaz de o fazer existe limitação no movimento das articulações.

Um outro teste consiste em colocar o indicador sobre o trágus das orelhas e o médio logo à frente e relaxe a mandibula.

Faça movimentos de abertura e de fecho da boca assim com os movimentos de deslize para a frente e para trás como se quisesse avançar e recuar o queixo e para a direita e para a esquerda.

Verifique se os movimentos são simétricos e fáceis de executar ou se ouve algum tipo de ruído.

Se sentir dificuldade nos movimentos, assimetria ou ruído é importante que fale com o seu médico dentista.

Mas não esqueça que esta articulação é o cruzamento a que chegam e de onde partem várias vias e que com frequência só uma abordagem pluridisciplinar pode dar respostas efetivas.