Vamos comer algas! A sua saúde agradece!

Alimentação Algas: Conheça os benefícios de comer algas, entenda porquê essas “hortas” de vegetais escondidas debaixo da água são boas para a saúde.
Você vai ler:

O mar e o rio começam a ser vistos não só como fonte de peixe e mariscos mas também como "horta” de vegetais.

Muito utilizadas na cozinha oriental, as algas começam a estar cada vez mais na moda na alimentação ocidental.

Existem cerca de 200 espécies de algas comestíveis.

Por norma as algas são de diferentes tons de castanho, vermelho ou verde. As primeiras crescem mais no mar e as verdes também crescem nos rios e lagos.

E não se trata apenas de pensar em sushi, já que as algas podem ser usadas de diversas formas: sopas, saladas, caldeiradas, aperitivos, misturadas com arroz, etc.

O sabor é semelhante ao do peixe e do marisco mas varia de espécie para espécie, sendo que quase todas se podem comer cruas.

Pode encontrar algas desidratadas, congeladas, em salmoura, na forma de pastas e até em pó.

Se optar por algas desidratadas só precisa de as colocar em água alguns minutos antes de adicionar ao seu cozinhado ou diretamente em saladas.

Não só permitem uma alimentação variada e que foge à rotina, como são ricas nutricionalmente.

Algumas possuem ômega 3 e outras podem ter mais cálcio que alguns queijo, mais proteína que um ovo e mais ferro que um bife. Vejamos alguns exemplos:

Wakame

Muito usada em sopas (como a sopa de miso) e saladas, é uma alga com sabor adocicado.

É habitual ser temperada com molho de soja ou vinagre balsâmico. Se comprada desidratada, deve ser colocada em água cerca de 30 minutos antes da sua utilização.

Com poucas calorias, é um alimento rico nutricionalmente, antioxidante, onde se destaca o magnésio, cálcio, potássio, vitamina C e A, ácido fólico e ômega 3.

O pigmento fucoxantina, presente na alga wakame, tem alguns efeitos na obesidade, na medida em que potencia a queima de gordura.

Kombu

É muito usado em sopas, comido fresco no sashimi, usado como aperitivo quando comprado em salmoura ou utilizado para fazer molhos para sushi.

Nutricionalmente pode ser destacado o cálcio, ferro, iodo e fibras. Possui também glutamato que é responsável pelo sabor umami típico da comida chinesa.

Nori

É o nome dado às folhas de algas usadas para envolver o peixe/arroz no sushi.

É constituído por diversos tipos de algas, mas geralmente são algas marítimas esverdeadas ou avermelhadas do gênero porphyra.

As folhas de alga usadas no sushi também já foram feitas com a alga Iziki ou Hijiki que no Japão se diz que é responsável pelos cabelos brilhantes e fortes das japonesas e que nos dias de hoje é mais usada isoladamente em sopas ou com legumes (imagem da direita).

Portanto, comer sushi ou usar a alga Hijiki é uma forma de comer algas que são geralmente, como os dois exemplos anteriores, ricas em minerais e podem também ser boas fontes de proteínas, vitamina B12 e ômega 3.

Agar-Agar

De aspeto esbranquiçado, em pó ou como tiras secas, é usado pela indústria como espessante e pode ser utilizado em casa precisamente para esse efeito em gelatinas ou outras sobremesas.

O Agar-agar consiste no extrato de algas marinhas vermelhas.

Destas algas são retiradas substâncias que compõem as suas paredes celulares e por isso terão efeito espessante.

Não apresenta os mesmos benefícios nutricionais que as outras algas, pois trata-se apenas de um extrato, mas são uma forma saudável de fazer gelatinas, muito saciante e fonte de fibra.

Recomendamos por isso que experimente algas nos seus cozinhados.

Surpreenda-se, experimente diversas variedades e passe a usá-las com alguma frequência pois enriquecem muito a sua alimentação! Para primeira experiência adicione algas a uma caldeirada de peixe.