Toranja: ótima para alguns e perigosa para outros

Alimentação Venha saber mais sobre a toranja e seus benefícios ou malefícios para o nosso organismo.
Você vai ler:

Toranja rima com laranja e embora sejam parentes, as suas características nutricionais e funcionais têm algumas diferenças.

A Toranja resultou do cruzamento de espécies de laranja (citrus sinensis) com pomelo (citrus maxima), é maior que a laranja e a sua polpa é geralmente mais avermelhada.

A polpa pode ser mais escura ou mais clara pois existem pelo menos 3 diferentes tipos de toranja.

É maior e mais azeda que a laranja, mas se a consumirmos madura sentimos na mesma um sabor adocicado.

Características nutricionais

A toranja possui um pouco mais água que a laranja mas menos hidratos de carbono disponíveis e por isso é menos doce e menos calórica.

Possui menos vitamina A e C que a laranja, mas não deixa de ser uma boa fonte. Uma toranja de cerca de 160g fornece a vitamina C necessária para um dia.

Possui também fibras, ácido fólico, fósforo, potássio e magnésio.

Para além das vitaminas e minerais possui flavonóides como o licopeno (quanto mais vermelha mais licopeno tem), naringina (quanto mais amarga, mais naringina tem) e limonóides.

Benefícios

Reforça o sistema imunitário devido ao seu teor de vitamina C, A e flavonóides.

É antioxidante

Anticancerígena – pelo teor antioxidante e por influenciar enzimas como o citocromo P450.

O flavonóide naringina e o bergamoteno são substâncias capazes por exemplo de induzir apoptose (morte celular) de células cancerígenas.

Existem no entanto estudos que dizem que a toranja pode aumentar o risco de cancro da mama.

Ajuda a diminuir o colesterol – pelo seu teor em pectina e pelo teor antioxidante pode ter um impacto muito positivo nos níveis de colesterol e por consequência na diminuição de doenças cardiovasculares.

Ajuda em casos de "pedras nos rins” formadas por oxalato de cálcio

Anti-bacteriana e anti-fúngica  – e por isso extracto de toranja e extracto da semente da toranja é com frequência usado para reequilibrar a flora intestinal.

Pode ajudar no tratamento de Candida Albicans, que tantas vezes resiste a antibióticos.

Como comer toranja

Pode comer a toranja como qualquer outra fruta, directamente, em sumos ou até em saladas.

Para fazer sumo deve armazenar as toranjas à temperatura ambiente já que é mais simples extrair o sumo quando não estão frias.

Interações

Os compostos da toranja influenciam o Citocromo 3A4 responsável pela metabolização de muitos compostos presentes em diversas medicações e influenciam também alguns transportadores.

Assim, as medicações podem tornar-se mais concentradas e perigosas para o paciente.

Existem mais de 80 medicamentos que se sabem reagir com a toranja mas a lista pode ser na realidade maior.

São exemplos: imunossupressores, bloqueadores dos canais de cálcio (usado em doenças cardiovasculares e arritmias), Estatinas (medicamentos para o colesterol alto), anti-coagulantes, antidiabéticos orais, pílula anti-concepcional, diversas medicações psiquiátricas, algumas hormonas como estrogénios.

Se gosta de sumo de toranja e mesmo de comer toranjas com muita frequência e toma algum tipo de medicação informe-se com o seu médico ou farmacêutico se poderá haver algum tipo de interacção.

Para quem não toma medicação, a toranja é mais uma fruta, das pelo menos 3 que devemos comer todos os dias, que tem à sua disposição.

A oferta de fruta é muita e por isso varie, mas se gosta de encontra com facilidade, escolha a toranja pelo menos uma vez por semana.