Se está a tomar Omeprazol ou outro inibidor da bomba de protões...

Suplementação Um suplemento que auxilia no tratamento de pacientes que produzem uma quantidade excessiva de ácido no estômago, que causam dores abdominais fortes como Úlceras gástricas.
Você vai ler:

O Omeprazol é um medicamento que diminui a acidez no estômago.

É prescrito para o tratamento de úlceras gástricas, gastrites, refluxo gastroesofágico e esofagites.

O Omeprazol pertence a uma categoria de fármacos genericamente denominada inibidores da bomba de protões a que pertencem também o Lanzoprazol, Esomeprazol, Pantoprazol, Rabeprazol, Timoprazol e Picoprazol.

A sua ação terapêutica exerce-se sobre a mucosa gástrica diminuindo consideravelmente a normal produção de acido clorídrico por esta mucosa.

A presença de ácido no estômago é indispensável para o correto processo de digestão dos alimentos, nomeadamente das proteínas.

A diminuição da acidez no estômago vai condicionar a capacidade de digestão dos alimentos, diminuir a absorção de alguns nutrientes levando a défices importantes que importa prevenir.

A toma prolongada de Omeprazol está associada a deficiência de vitamina B12 que pode ter repercussão clínica mais grave nas pessoas idosas.

Sendo nestas recomendada a avaliação laboratorial dos níveis de vitamina B12 no caso de toma prolongada destes fármacos.

A deficiência de vitamina B12 pode favorecer a elevação dos níveis de homocisteína, o que é mais um fator adverso para a prevenção das doenças cardiovasculares e neurológicas.

A toma prolongada de inibidores da bomba de protões pode ainda provocar ou agravar deficiência em magnésio, um dos mais importantes minerais do nosso organismo.

Além disso, a acidez do meio gástrico contribui de forma muito importante para matar os microrganismos.

Bactérias e fungos, ingeridos juntamente com os alimentos, e que não estão adaptados a sobreviverem em meio ácido, impedindo a sua progressão para o intestino.

Se este tipo de bactérias e fungos invadem e proliferam no intestino delgado podem dar origem a alterações da flora intestinal.

Permitindo o desenvolvimento de germens oportunistas e podendo estar na origem de colites por vezes dificilmente diagnosticadas.

Se foi medicado com Omeprazol, ou outro fármaco desta classe terapêutica, deve cumprir o tempo de medicação indicado pelo seu médico e não o prolongar sem vigilância médica.

Se sentir algum mal-estar digestivo ou queixas intestinais deve informar o seu médico.

Se está a tomar Omeprazol, ou outro fármaco desta classe terapêutica, pode e deve prevenir o défice nutricional de vitamina B12 e de magnésio tomando, de forma regular.

Um suplemento nutricional de vitaminas B e magnésio.