Salsa em casa

Alimentação Descubra tudo sobre a salsa e veja dicas de como usá-la na cozinha de forma diferentes.
Você vai ler:

Estimula a digestão, a circulação e a libido

Como condimento, poucas plantas se comparam à salsa, que é uma das preferidas de cozinheiros de todo o mundo.

No entanto, o que pouca gente sabe é que essa erva aromática possui grandes virtudes do ponto de vista terapêutico e pode ajudar na prevenção de problemas de saúde.

A salsa é diurético, tem ação eficaz contra distúrbios do aparelho digestivo e estimula as funções renais. As suas folhas são ricas em ferro, fósforo, cálcio e vitaminas, como a A e a C.

Indicações

  • É diurética
  • Melhora a libido
  • Estimula a digestão
  • Minimiza problemas menstruais e infeções urinárias
  • Ativa a circulação sanguínea
  • Combate anemia
  • Aumenta o apetite
  • Combate enxaqueca e dores e cabeça

Chá

Combater icterícia

Numa panela ferva 2 colheres (sopa) de raízes de salsa, 1 colher (sopa) de raízes de aipo e 1 litro de água.

Retiro do lume, espere amornar e coe. Adoce com mel e beba uma chávena de chá a cada 8 horas.

Retenção Urinária

Num copo coloque 1 colher (sopa) de raízes de salsa, despeje um pouco de água a ferver sobre a erva e amasse com o cabo de uma colher.

Coe e beba o chá após as refeições.

Chá contra gases

Numa pane,a ferva 2 colheres (sopa) de folhas e raízes de salsa e 1 colher (sopa) de erva-doce em 1 litro de água.

Espere arrefecer e coe. Beba uma chávena de chá a cada 6 horas.

Rica em nutrientes, principalmente em Vitamina C (100g de salsa contêm 200mg da vitamina), aumenta a imunidade contra a gripe e constipações.

A salsa é ótima para combater a anemia, já que auxilia o organismo na absorção do ferro. Além disso, essa planta estimula os rins, promovendo a desintoxicação do corpo.

Como possui efeito diurético, é usada no tratamento do reumatismo, doenças dos rins e a da bexiga.

Também acalma o trato digestivo, aliviando problemas como cólicas, indigestão e gases.

O seus princípios ativos são apiol, ácido palmítico e apigenina.

O apiol, por exemplo, além de estimular o processo digestivo, regula a menstruação e produz consideravelmente o aumento na atividade dos rins, devido à dilatação que causa nos vasos renais.

É necessário ter em atenção que a planta não funciona por si só, mas tem que ter também outros complementos.

Além que deve sempre ter em atenção se não entra em conflito com nenhum medicamento que esteja a tomar.