Que tal baixar a dose de cafeína para recuperar energias?

Bem Estar O café é algo tomado por todos para termos mais energia. Mas nas férias ele é tão necessário assim? Venha saber porque é recomendado baixar o nível de cafeína no organismo.
Você vai ler:

Beber café faz parte do ritual de despertar de uma grande número de pessoas. Um café dá-nos aquele empurrão para começarmos mais um dia de trabalho – quem o toma e, principalmente, quem se sente depende dele, sente a diferença, quer a nível físico, quer a nível mental.

Mas nas férias, em especial quando pretendemos Relaxar & Recarregar, que tal diminuir a toma de café?

Comecemos por dizer que a ingestão de café em doses moderadas tem diferentes vantagens. A  cafeína é um estimulante do metabolismo e do sistema nervoso central, diminuindo o nosso cansaço físico e aumentando temporariamente o nosso estado de alerta.

As quantidades necessárias para este efeito variam de pessoa para pessoa, e com uso continuado tendemos a ganhar alguma tolerância, sendo por vezes necessário aumentar as doses para voltarmos a sentir o efeito inicial.  

Diferentes estudos têm revelado os efeitos da toma regular de cafeína na prevenção do declínio cognitivo, parecendo ter efeitos preventivos na doença de Alzheimer, e até na perda de peso. 

Dado o seu efeito estimulante, a cafeína tem a capacidade de "mascarar” o nosso cansaço. Quando o nosso corpo e o nosso cérebro pedem descanso, mas as nossas tarefas, obrigações  e vontades nos dizem para continuar, o café é o nosso aliado para mais uma horas de atividade.

Mas o nosso organismo necessita descansar, e mascarar este cansaço com cafeína poderá não ser a melhor opção a longo prazo.

Sugerimos por isso que reserve alguns dias das suas férias, ou fins de semana, para deixar que o seu organismo recupere – e para tal, baixe consideravelmente o consumo de cafeína.

Diminuir, mas não eliminar! 

A dependência de cafeína é uma realidade para muitos de nós, e quando a eliminamos de forma brusca, as dores de cabeça são o síndrome de abstinência que não queremos ter. Recomendamos por isso que vá diminuindo a dose de cafeína para 1/3 ou metade da sua dose diária.

Se toma apenas 1 café por dia, passe a tomar um café mais diluído (tipo carioca de café), ou opte por uma bebida que tenha apenas 20 – 30% de café, já disponíveis no mercado.  

Caso não sinta as dores de cabeça associadas à remoção total da cafeína, experimente mesmo deixar de tomar café durante os dias em que pretende descansar.

Sem a cafeína para lhe dar o empurrão matinal, o mais provável é que se sinta sem energia e provavelmente sonolento – por isso durma, ou simplesmente descanse.

Não tem energia para pensar ou executar alguma tarefa ou atividade? Então não pense, nem faça...

Encontre um sitio relaxante e confortável e descontraia. Sinta o momento e contemple o seu ambiente em redor. Avisamos que há uma forte probabilidade de adormecer, ou de sentir que os seus músculos têm muita dificuldade em obedecer às ordens de comando, mas é mesmo isso que se pretende.

Verá que quando o seu organismo estiver mais recuperado, a vontade de fazer coisas vai aparecer.

Com o passar dos dias verá que os seus níveis de energia vão aumentando, mesmo sem a quantidade de cafeína que estava habituado a tomar!