O hábito do sono nas crianças

Bem Estar Um sono correto e regulado é a base para um bom desenvolvimento nas crianças. Em algumas idades uma boa noite de sono é extremamente importante.
Você vai ler:

São várias as recomendações e os alertas sobre a necessidade do sono mas, só em muito tenra idade, é que a necessidade fala mais alto do que as rotinas!

O sono é regulado através de dois mecanismos independentes: o sistema circadiano e o sistema homeostático.

Através do primeiro, o corpo aprende a estar acordado com a luz e a dormir com a escuridão o segundo, orienta para o momento de descanso de acordo com a actividade desenvolvida durante o dia.

É uma necessidade que nos obriga a estar um terço da vida a dormir mas, encarado por muitos como desperdício e não como recurso para uma boa qualidade de vida.

Essa atitude na infância é perigosa. O sono desenvolve- se e, por isso deve ser educado. Toda a criança depende de um adulto que as eduque e as trate bem. Ou seja de um adulto crítico.

É durante a infância que tanto os padrões de sono como os sistemas de regulação emocional se desenvolvem e é de particular importância é a relação entre ambos.

"Quando não dorme fica impossível” é uma verbalização frequente que reflete o conhecimento prático do adulto da falta de horas de sono na vida das crianças. Rápida é também, a associação entre a má disposição, impaciência, falta de atenção e uma noite mal dormida.

A sustentar esses conhecimentos "teóricos” estão os resultados de diferentes investigações que apontam a sua relação directa com a atenção, comportamento, e desenvolvimento emocional.

Estudos recentes realizados na Universidade de Houston demonstram que crianças com maus hábitos de sono têm maior probabilidade de desenvolverem problemas emocionais mais tarde na sua vida.

Os investigadores observaram que algumas noites mal dormidas têm impacto negativo na capacidade de experienciar situações positivas e, aumentam o impacto de situações negativas. As memórias sobre as mesmas são também afectadas.

Os processos que explicam a forma como crianças com bons e maus hábitos de sono mais tarde regulam e recordam as suas experiências emocionais, continuam a ser investigados.

Os resultados são claros mas, no entanto, os hábitos de sono continuam a não merecer a atenção necessária

Lembremos alguns aspectos sobre este tema:

  • Dormir mal pode resultar de falta ou de excesso de horas de sono. Os resultados nas duas situações são idênticos.
  • "Todas as pessoas são diferentes” é uma verdade que é usada inadequadamente para justifica os maus hábitos de sono.
  • O sono tem impactos visíveis e "invisíveis”.
  • O sono é uma prioridade e um elemento da rotina diária a manter independentemente das circunstâncias.
  • Aprenda a identificar sinais de maus hábitos de sono. Resolva- os e não os mascare
  • Crianças com melhores hábitos de sono são mais felizes e produtivas do que crianças sem bons hábitos de sono.
  • Técnicas de relaxamento favorecem bons hábitos de sono. (mesmo em crianças)
  • Os hábitos de sono desenvolvem se na infância e, por isso, podem tornar- se definitivos.
  • O sono é um elemento essencial para a saúde assim como a alimentação, higiene ou o exercício.

Cabe ao adulto proteger o sono da criança e ensinar- lhe o que são bons hábitos de sono. A criança tem como referência o adulto. Seja um educador atento !