O bom tempo regressa à horta

Alimentação O inverno é um clima que sempre acaba com as hortas, deixando para os fazendeiros um grande prejuízo, mas afinal, quando é o tempo bom? Venha saber mais sobre.
Você vai ler:

No Inverno, com o clima mediterrânico que abrange a maior parte de Portugal continental, não era habitual ser preciso regar, pois a chuva chegava para as necessidades das culturas, sem contar com as de estufa é claro!

As alterações climáticas estão a sentir-se também na regularidade das chuvas. Mais intensas e mais concentradas em menos dias, com maiores períodos de sol.

Isto torna mais prioritário a utilização da rega duma forma mais frequente e eficiente.

Em primeiro lugar convém monitorizar, quer a chuva que cai quer a água que está no solo ocupado pelas culturas.

A medição da chuva é muito simples e económica, pois com um simples pluviómetro graduado, ou até um copo cilíndrico (com o mesmo diâmetro de abertura e de base), se pode fazer. Se não tiver graduação mede-se a altura de água, antes que venha o sol que a faça evaporar, regista-se e deita-se fora a água.

Cada mm de altura significa 1 litro por cada metro quadrado de terreno.

Já para medir a humidade do solo com algum rigor é preciso equipamento mais dispendioso. O mais simples que conhecemos são os tensiómetros, que se colocam na terra à profundidade em que cresçam mais raízes (nas horta a cerca de 30cm), se enchem de água e se fecham de seguida.

Quando o solo começa a secar absorve a água de dentro do tensiómetro, a tensão sobe e é medida no mostrador em cima.

Quando ultrapassa os 20cbar começa a haver alguma falta de água para as culturas mais exigentes mas que não mostram ainda sintomas aparentes. Regando nessa altura conseguem-se as melhores condições de crescimento para as culturas.

Para que a água da chuva seja bem aproveitada para as culturas, a primeira condição é que o solo tenha capacidade de a armazenar.

Chama-se a isso a "capacidade de campo” e varia com a textura, desde 5% do peso do solo em água até mais de 40% em solos argilosos. Isto quer dizer que um solo com mais argila armazena muito mais água, até cerca de 5 mm de altura de água por cada centímetro (cm) de espessura de solo.

Já um solo arenoso só armazena cerca de 1mm de água por cada cm de solo. Em solos ricos em matéria orgânica a capacidade de armazenamento aumenta, pelo que o melhor solo para reter a água da chuva é o argiloso rico em húmus.

Depois de feito o armazenamento da água importa evitar as perdas por evaporação, o que se consegue "vestindo” o solo com uma camada de restos vegetais, de preferência os que houver na horta, como o corte da erva dos caminhos, ou do jardim.