Light, magro, sem adição de açúcares … significa o mesmo?

Alimentação Opte sempre comprar produtos da mesma marca e não se esqueça de ver o valor calórico como também a quantidade de açúcares e de gorduras.
Você vai ler:

A leitura dos rótulos são essenciais para escolhas mais acertadas.

A comparação de produtos é a melhor forma de conseguir decidir qual a melhor opção dentro do que há disponível no momento da compra.

Não se deixe enganar por designações que por vezes são pouco explícitas, ou pelo menos saiba o que compra:

LEVE/LIGHT/MAGRO

Para que um rótulo tenha a designação de "light” ou "magro” tem de existir uma redução de teor de um constituinte, no mínimo, de 30% em relação a um produto semelhante.

A alegação deve também ser acompanhada de uma indicação da característica que torna o produto leve ou light.

Ou seja, o produto pode ter por exemplo menos gordura, menos açúcar, menos gordura e açúcar ou menos valor calórico.

Mas ao ter menos açúcar por exemplo, pode ser adicionada alguma gordura e o valor calórico permanece igual ao produto original.

Ou o produto light da marca X pode ser igual ao produto normal de outra marca.

LEVE/LIGHT/MAGRO

Quer dizer que tem menos 30% de um dos componentes, mas atenção que não é sinónimo necessariamente de ser melhor, nem de ter menos calorias.

Compare marcas e produtos.

Até 2012 um light até poderia ter mais calorias que o alimento normal.

Mas desde esse ano pode ter a certeza de que o produto pelo menos tem as mesmas calorias do produto original.

Exemplo: Tanto pode ter a designação light um queijo onde se retirou gordura como umas bolachas onde se retirou açúcar.

BAIXO TEOR DE AÇÚCARES

Um produto com a designação de "baixo teor de açúcares” não pode ter mais de 5 g de açúcares por 100 g para alimentos sólidos ou 2,5 g de açúcares por 100 ml para alimentos líquidos.

SEM AÇÚCARES

Um produto com a designação de "sem açúcares” não pode ter mais de 0,5 g de açúcares por 100 g ou por 100 ml.

SEM ADIÇÃO DE AÇÚCARES

Um produto com a designação de "sem açúcares” "sem adição de açúcares” não pode conter a adição de qualquer monossacárido (glicose, frutose,…).

Ou dissacárido (sacarose,…), nem de qualquer outro alimento utilizado pelas suas propriedades adoçantes.

Caso os açúcares estejam naturalmente presentes no alimento, o rótulo deve também ostentar a seguinte indicação: "Contém açúcares naturalmente presentes”.

  • Uma compota só com fruta e pectina poderá ter a designação de "sem açúcares adicionados”;
  • Um iogurte magro, não poderia ter a designação de "sem adição de açúcares”, porque se retira açúcar mas adicionam-se adoçantes.

Compare marca e produtos da mesma marca, veja não só o valor calórico mas também a quantidade de açúcares e de gorduras.

E lembre-se que a lista de ingredientes está descrita por ordem decrescente.

Se o açúcar é o primeiro ingrediente do alimento, provavelmente não é uma boa opção.