Insulina basal

Suplementação Venha saber mais sobre a insulina, que é produzida no pâncreas e é muito importante para o transporte de açucar no sangue.
Você vai ler:

A insulina é responsável pelo transporte de açúcar do sangue para as células.

A insulina é produzida pelo pâncreas, de forma contínua, e de acordo com as necessidades, quer dizer, conforme o nível de açúcar presente no sangue que é preciso transportar para as células.

Conhecer o nível de insulina no sangue é muito importante, pois permite ter uma ideia muito correta da repercussão que o estilo de vida da pessoa, com relevo para a ingestão de hidratos de carbono, está a ter no metabolismo geral e no aumento de risco de várias doenças.

A análise para conhecer o nível basal de insulina é feita em jejum.

O nível de insulina basal é considerado dentro da normalidade entre 5 e 25 unidades / ml.

Insulina basal elevada – perigo!

Se o nível basal de insulina estiver superior a 25 unidades / ml, isto significa que a pessoa está com insulinorresistência.

Isto significa que as suas células precisam cada vez de maior quantidade de insulina para serem capazes de responder ao sinal dado pela insulina para que deixem transportar a glicose do sangue para dentro das células.

A insulinorresistência é o primeiro passo para a pré diabetes, a diabetes e as doenças metabólicas.

A insulina basal elevada está associada a um maior risco de:

  • Pré-diabetes
  • Diabetes tipo II
  • Se já é diabético tipo II, está a agravar a sua diabetes
  • Aterosclerose
  • Hipertensão arterial
  • Doenças cardiovasculares
  • Obesidade abdominal
  • Inflamação sistémica silenciosa
  • Síndrome matabólico
  • Doenças neurológicas degenerativas e demências
  • Aceleração dos processos de envelhecimento

Insulina basal superior a 15 unidades / ml – ordem para agir!

Quando o nível basal de insulina ultrapassa as15 unidades / ml não há tempo a perder: é o momento de passar à ação para inverter esta tendência metabólica e afastar-se de tantos perigos.

Veja aqui as nossas recomendações

Recomendamos a medição da insulina basal como parte das análises de avaliação periódica do estado de saúde em medicina preventiva e com regularidade nas pessoas com história familiar de diabetes, com peso excessivo ou com doenças inflamatórias sistémicas.