Hipericão – uma planta antidepressiva

Bem Estar Conheça a hipericão, uma planta que auxilia no combate a depressão, devido suas propriedades antidepressivas.
Você vai ler:

O hipericão é uma das plantas mais procuradas na fitoterapia para modulação do humor.

O que é?

O Hypericum perforatum ou também chamado St. John 's wort (erva-de-são-joão) ou simplesmente hipericão é uma planta de flores amarelas com efeitos antidepressivos.

Existe na forma de chá, mas é na forma de suplemento alimentar (líquido ou cápsulas) que os seus efeitos são mais visíveis. Os compostos ativos são extraídos das folhas e flores.

A hipericina e hiperforina são os nomes dos compostos existentes no hipericão que agem como mensageiros químicos no sistema nervoso central, conseguindo modular o humor. Esta planta aumenta, por exemplo, os níveis de serotonina.

Benefícios

Os efeitos do hipericão são visíveis em sintomas depressivos leves e moderados e fazem-se sentir normalmente 2 a 3 semanas depois do inicio da toma.

É utilizado para ajudar em sintomas que normalmente acompanham a depressão: ansiedade, cansaço, perda de apetite e distúrbios de sono.

Não parece ter efeito em depressões graves.

Nem todas as preparações de hipericão são iguais, pois existem diversas espécies.

Certifique-se de que escolhe um suplemento de qualidade, que tenha em todas as cápsulas a mesma espécie de hipericão.

Dosagens

Na maioria dos estudos foi utilizada uma dosagem de 250 a 300 mg de Hipericão 3 vezes ao dia (0.2 a 0.3% de hipericina e 2 a 5% de hiperforina).

Em crianças a dosagem é muito menor: 300 mg por dia.

Segurança/Efeitos adversos

  • Pode causar alguns efeitos secundários como desconforto abdominal ou dores de cabeça – mas em menor proporção que os antidepressivos convencionais;
  • O principal problema desta suplementação é a possibilidade de interação com outros medicamentos. Interage por exemplo com medicamentos tomados em casos de HIV, com antidepressivos, anticoagulantes, medicamentos para a dor – aconselhe-se com o seu médico e diga sempre toda a medicação que está a tomar;
  • Suplementos ou tisanas de hipericão podem diminuir a eficácia da pílula contraceptiva;
  • Não tomar durante a gravidez ou aleitamento;
  • Os estudos feitos com hipericão são todos de curto prazo, por isso não deve fazer esta suplementação de modo continuado;
  • Não deixe de tomar hipericão abruptamente. Faça um período de desmame.

Pela grande possibilidade de interação com medicamentos, a toma de hipericão deve ser prudente e de acordo com os conselhos do seu médico.

Privilegie outras abordagens sempre que puder.