Glúten ou glútens? Existe mais do que um tipo de glúten?

Bem Estar Realmente existe mais de um glúten? Como descobrir? Entenda melhor sobre isso aqui.
Você vai ler:

Certamente pensamos no glúten,  como se tratasse de um só composto, mas na realidade, tratam-se de diferentes compostos relativamente semelhantes, mas não iguais.

Venha conhecer e saber mais sobre este conjunto de proteínas que se chamam glúten.

O trigo, a cevada e o centeio são cereais que pertencem à família das gramíneas (Poaceae), e à tribo triticeae. Estes 3 cereais possuem 2 estruturas proteicas que se chamam prolaminas e  gluteninas.  

É a junção destas 2 estruturas proteicas que se forma o que denominamos por glúten.

Porque se trata de 3 cereais de espécies diferentes, cada um vai ter prolaminas e gluteninas diferentes.  No trigo, a prolamina presente é a gliadina, no centeio é a secalina e na cevada é a hordeína.  

Assim sendo, podemos dizer que existem 3 tipos de glúten diferentes: o glúten do trigo, do centeio e da cevada. Apesar de haver estes tipos diferentes de glúten, dada a sua enorme semelhança, designou-se que todos se chamariam glúten.

Quem tem doença celíaca reage a todos estes géneros de glúten.

O tipo de glúten mais bem estudado é o glúten do trigo. Todas as espécies de trigo possuem glúten, nomeadamente o trigo espelta e o kamut. O trigo sarraceno, apesar do nome, não tem qualquer relação com o trigo, e não tem glúten.

Aveia

A aveia também pertence à família das gramíneas, mas não à tribo triticeae, como o trigo, a cevada e o centeio, mas sim à tribo aveneae.

Apesar de pertencer a uma tribo diferente, a aveia também tem estruturas proteicas idênticas aos glúten do trigo, da cevada e da aveia, e por isso passou-se a incluir a aveia na mesma lista dos alimentos a excluir na doença celíaca.

Apesar de serem diferentes, convencionou-se que todos se chamariam "glúten”, e que deveriam ser evitados numa dieta sem glúten.

Assim sendo, caso pretenda, ou necessite seguir uma dieta sem glúten, aconselhamos que evite os diferentes tipos de trigo, o centeio, a cevada e a aveia.

Recomendamos também que evite alguns dos derivados destes cereais, nomeadamente o boulgour e o couscous (derivados do trigo) e o malte (derivado da cevada).