Faça do rótulo um amigo

Alimentação Não é necessário deixar de comer o que você gosta, mas coma com consciência e acima de tudo veja a qualidade dos produtos que você consome.
Você vai ler:

A informação que consta na rotulagem dos alimentos é MESMO para ser lida.

Do rótulo pode retirar informações muito valiosas sobre a forma mais ecológica de tratar as embalagens, de saber escolher os melhores produtos e os mais saudáveis.

Durante este ano, a informação obrigatória que deve constar de um rótulo vai ser alterada.

Para já:

O que é obrigatório constar no rótulo?

  • Denominação de venda;
  • Lista de ingredientes que compõem o produto;
  • Quantidade líquida contida na embalagem;
  • Prazo de validade;
  • Lote de fabrico;
  • Nome e morada da entidade que lança o produto no mercado;
  • Condições de conservação (quando o alimento é perecível, ex: iogurte);
  • Alergénios (cereais que contêm glúten, crustáceos, ovos, peixes, amendoins, soja e alguns produtos à base de soja, leite (incluindo a lactose), frutos de casca rija, por exemplo nozes, avelãs, …).

 O que é facultativo?

  • Código de barras;
  • Letra "e”;
  • Ponto verde;
  • Informação nutricional.

Aspectos a ter em conta:0

  • Verifique sempre o peso do produto, compre quantidades de acordo com as suas necessidades. Não desperdice!
  • Verifique em que parte do ecoponto deve colocar a embalagem – por exemplo sabia que as embalagens Tetrapack (leite, sumos por exemplo) devem ser colocadas no ecoponto amarelo?
  • Privilegie produtos nacionais – o ambiente agradece!
  • Escolha produtos DOP (denominação de origem protegida) quando puder;
  • Compre biológico sempre que puder.

Verifique a denominação do produto

Por exemplo pode pensar que está a comer um iogurte, mas está comer uma sobremesa açucarada (só porque a embalagem parece um iogurte).

No rótulo vem sempre escrito o que é o produto ex: iogurte batido com pedaços de pêssego vs sobremesa láctea.

Verifique sempre a lista de ingredientes

Os ingredientes estão descritos por ordem decrescente – o primeiro é o que está em maior quantidade, até ao último que é o que está em menor quantidade.

Ex: Óleo vegetal, açúcar, ovos, farinha de trigo, amido de milho, levedantes (pirofosfato de sódio.

Bicarbonato de sódio e carbonato de cálcio), sal, emulsionante (mono e diglicéridos de ácidos gordos), aroma e conservante (ácido sórbico).

Não recomendaríamos um produto que tem maior quantidade de óleo do que e farinha.

Na escolha entre produtos de marca branca ou a marca original, os ingredientes podem ajudar a decidir.

Não queira produtos com adoçantes, E621, corantes artificiais, gordura hidrogenada, não escolha com frequência produtos com frutose.

  • Tenha noção de que os aditivos podem ser denominados pelo seu código ou pelo seu nome. Por exemplo E 621 é glutamato monosódico ou monossódio glutamato. Quantas mais palavras conhecer na lista de ingredientes melhor, e começa a ter muitas palavras estranhas, provavelmente não é muito natural.

Veja a composição nutricional

Principalmente para comparar produtos.

Aqui consegue ver por exemplo a quantidade de açúcar, gordura, sal e pode optar por opções mais saudáveis. 

Escolha com consciência.

Coma o que quer e não o que os outros querem que coma.

E acima e tudo conheça bem os produtos que entram em sua casa.