Ervas aromáticas em casa

Bem Estar Cultivo de ervas aromáticas: veja algumas dicas de como cuidar e quais as vantagens de tê-las em casa.
Você vai ler:

Um grande número de pessoas já aderiu à moda de cultivar ervas aromáticas em casa.

Elas estão presentes nas varandas, na cozinha, ou mesmo espalhadas pela sala.

Algumas empresas desenvolveram peças de design que aliam o cultivo destas ervas à estética de uma casa, e diferentes mercados já vendem as plantas em vasinhos para que mais facilmente as possamos ter em casa.

As modas vêm e vão, mas pela sua saúde, esperamos bem que esta venha para ficar. 

São inúmeras as vantagens de cultivar ervas aromáticas em casa.

Do ponto de vista nutricional, estas estão repletas de antioxidantes e de outros compostos benéficos para a saúde, como já falamos aqui.

Além disso, ao ter diferentes ervas em casa, e ao começar a perceber como as usar em diferentes receitas, pode ainda começar a diminuir o sal que adiciona às refeições – outra medida que a sua saúde agradece.

Sabia que ainda na semana passada anunciaram que as mortes por acidente vascular cerebral AVC em Portugal diminuíram em 46% em apenas uma década e que associam essa diminuição ao menor consumo de sal?

Se é daqueles que ainda gosta de uma comida bem apurada, recordamos as vantagens do tomilho, também chamado de sal verde (pode ler mais aqui). 

Agora que o tempo quente parece ter vindo para ficar, as ervas aromáticas de sabor mais fresco (como a hortelã ou o manjericão) podem ser a opção ideal para dar sabor à água. 

Mas as vantagens do cultivo de ervas aromáticas em casa não se ficam por aqui.

Para muitos de nós é mesmo das poucas formas de termos um contato próximo com a natureza.

Vivemos em apartamentos, em cidades, nem sempre com acesso fácil a jardins (quer pela distância, quer pela falta de tempo).

Saímos do nosso apartamento, para dentro de outro edifício onde trabalhamos, para voltarmos de novo para dentro do nosso apartamento.

As plantas que temos dentro de casa (onde as ervas aromáticas se incluem), são assim o nosso próprio pequeno espaço verde.

Para todos os que têm crianças, ver as ervas aromáticas a crescer facilita também o consumo – vai ver que os seus filhos vão muito mais facilmente comer "os verdes” que eles próprios viram crescer, e que eles próprios ajudaram a cuidar. 

Estas são algumas das razões pelas quais esperamos que esta moda de cultivarmos ervas aromáticas tenha vindo para ficar.