Dez recomendações para prevenção de cancro

Bem Estar Veja as 10 dicas de como prevenir a cancro, recomendações básicas mas que podem te ajudar.
Você vai ler:

Uma pequena proporção dos cancros são herdados geneticamente, mas a maioria são determinados por questões ambientais.

Onde se inclui fumo do tabaco, agentes infecciosos, radiação, poluição, medicação, nutrição e alimentação, actividade física e composição corporal.

1/3 de todos os cancros estão relacionados diretamente com nutrição e alimentação, actividade física e composição corporal.

Por isso, sendo estes pontos todos alteráveis por cada um de nós, conheça as recomendações do World Cancer Research Fund e para prevenção de cancro.

Comece já amanhã a mudar.

Recomendação 1

Mantenha um peso normal.

Calcule o seu índice de massa corporal (IMC): peso (kg) / altura (m)2.

O seu valor deve estar entre 18,5 e 24,9 (adultos).

Para além disso, meça (com equipamentos apropriados) a sua gordura corporal e verifique que tem valores normais.

Não é só o peso que interessa e mais importante é a quantidade de gordura.

Recomendação 2

Seja fisicamente activo no seu dia-a-dia.

Limite hábitos sedentários como ver televisão ou estar muito tempo sentado.

Suba as escadas sempre que puder, vá a pé ou estacione o carro mais longe, saia na paragem do autocarro/metro anterior à sua e continue a pé.

Todos os dias pratique pelo menos 60 minutos de actividades moderadas como caminhar ou se forem actividades mais intensas podem ser pelo menos 30 minutos.

O exercício físico protege duplamente contra o cancro, protege directamente mas também indirectamente pelo efeito na diminuição da obesidade e excesso de peso.

Recomendação 3

Limite o consumo de bebidas açucaradas.

Consuma refrigerantes e outras bebidas açucaradas esporadicamente.

Não faça destas bebidas a sua forma de hidratação habitual.

Sugerimos que não substitua as bebidas com muito açúcar pelos equivalentes "light” (com adoçantes).

Use água, chás, infusões sem açúcar, aromatize água com frutas frescas.

Recomendação 4

Coma mais alimentos de origem vegetal.

O consumo de frutas e legumes protege contra diversos cancros.

Coma pelo menos 400 g (5 porções) de frutas e legumes todos os dias.

Varie o mais eu puder no tipo e cor.

Junte também na sua alimentação a vertente integral ou semi-integral dos cereais (arroz, massa, quinoa, millet,…).

E não esqueça as leguminosas (feijão, grão, favas, ervilhas, lentilhas) e as oleaginosas/sementes (nozes, amêndoas, avelãs, pinhões, noz do brasil.

Sementes de abóbora,  sementes de linhaça, sementes de sésamo, sementes de papoila,…).

Recomendação 5

Diminuir o consumo de carne vermelha (porco, vaca, cordeiro).

Estabeleça um limite de no máximo 2 refeições por semana e se conseguir coma ainda menos.

Recorra ao peixe, aos ovos e a refeições vegetarianas.

O consumo de carnes vermelhas deve ser limitado, bem como a ingestão de alimentos derivados de carnes processadas (presunto, chouriças, linguiças, alheiras, hambúrgueres, salsichas,…).

Recomendação 6

Limitar o consumo de bebidas alcoólicas.

Não consuma bebidas alcoólicas todos os dias e se o fizer não ultrapasse 2 copos para homem e 1 para mulheres.

Recomendação 7

Limitar o consumo de sal.

Use e abuse das ervas aromáticas  e especiarias,  são o melhor aliado para cozinhar com menos sal.

Na cozinha muita atenção às quantidades que usa para cozinhar.

Verifique também a quantidade de sal dos alimentos industrializados que está a consumir (pão, bolachas, comida pré-preparada, enchidos, pizzas, barritas, sopas, …).

Recomendação 8

Obtenha pela alimentação todos os nutrientes que precisa.

Não estão definidos suplementos que ajudem a prevenir cancro.

Faça uma alimentação o mais variada possível e se pretender fazer suplementação primeiro confirme os seus valores através de análises laboratoriais.

Só depois de detectadas deficiências é que deve suplementar e nesses casos a suplementação é de extrema utilidade.

Recomendação 9

A amamentação deve ser feita se possível, em exclusivo durante 6 meses.

A amamentação protege a mãe e o bebé.

Recomendação 10

Para pessoas que já passaram por uma situação de cancro, devem seguir as recomendações anteriores.

Não caia no erro de achar que se passou por uma situação de cancro mesmo tendo cuidados alimentares, não vale a pena continuar.

Vale sempre a pena ser activo e ter uma alimentação saudável.

Estará a diminuir o risco de passar por uma nova situação.

Muitas destas recomendações podem parecer básicas, mas olhe para si ou à sua volta, há com certeza algo que precisa de mudar ou alguém perto de si que precisa de aconselhar!