Conhece o ópio da alface?

Bem Estar Saiba mais sobre o ópio, caule da alface que possui propriedades sedativas, analgésicas dentre outros benefícios à saúde humana.
Você vai ler:

Lactucarium ou ópio da alface é o nome dado à substância esbranquiçada que se encontra nos caules da alface, principalmente da espécie Lactuca virosa.

Depois de seco, o aspeto é acastanhado.

Esta espécie de alface é também chamada de alface selvagem e o seu consumo pode ser tóxico.

Ao comprar alfaces não vai estar a comprar a alface selvagem por isso não se preocupe porque a alface que anda a comer não é a tóxica.

De qualquer forma, outras espécies de alface apresentam também este líquido esbranquiçado – o ópio da alface. 

Já desde o Antigo Egipto que se utilizava esta substância da alface com diversos objetivos.

O Lactucarium tinha efeitos semelhantes ao ópio mas mais fraco e sem efeitos secundários.

Era usado como sedativo, analgésico, diurético, laxante, diminuidor de inflamação intestinal e de contrações uterinas.

Até para a tosse já houve utilização da alface e já fez parte de diversos medicamentos.  É necessário ter muita atenção às doses utilizadas.

Nos dias de hoje é possível utilizar os efeitos sedativos desta substância do caule das alfaces, fazendo infusões com o caule ou tomando diretamente este líquido esbranquiçado que se consegue observar nas alfaces acabadas de apanhar.

Cuidados: A toma excessiva desta infusão ou do próprio líquido, pode resultar em sonolência excessiva durante o dia e pode até influenciar medicação que interfira com o sistema nervoso central e com o coração – medicação para tensão arterial, calmantes,…

Não deve ser tomado em conjunto com nenhum tipo de medicação que tenha efeito sedativo, em pessoas com tendência para tensão arterial baixa ou por grávidas e aleitantes.

Entidades britânicas referem que para doses de 30mg não parece haver efeitos secundários, pois já foram usadas em medicamentos, sem verificação de efeitos adversos.

Não há muita investigação científica sobre esta substância e parece ser difícil manter o extrato intacto para que tenha efeito depois de transformado em suplemento.

Pode fazer a experiência de tomar a infusão e se realmente o ajudar a dormir melhor, utilize apenas quando outras medidas não surtiram efeito.

Para fazer a infusão: corte o caule de uma ou duas alfaces biológicas e deixe ferver durante cerca de 15 minutos. Junte no final 1 ou 2 folhas de hortelã para melhorar o sabor. Coe e beba.

A necessidade de alface biológica é para que não esteja a fazer infusão com os compostos químicos que ainda estão no caule.