Bebidas quentes aumentam risco de cancro?

Bem Estar Se sua suspeita é se as bebidas quentes aumentam o risco de cancro, acompanhe este post e tire todas as suas duvidas.
Você vai ler:

Este assunto que não sendo consensual parece ter alguma base verdadeira.

Já que há diversas investigações que confirmam que bebidas com temperaturas elevadas (acima de 70ºC) podem aumentar o risco de cancro do esófago, mas também da boca e faringe.

Existem dois pontos importantes nesta relação:

  • O facto de se usarem temperaturas muito elevadas para fazer por exemplo café, chá, chá mate e por consequência se poderem formar compostos cancerígenos;
  • A questão da temperatura em si, que lesa as células da mucosa da boca/esófago. O contacto repetido de bebidas quentes ou muito quentes (temperaturas superiores a 70ºC) com os tecidos da boca, faringe, esófago aumenta a probabilidade de carcinomas. Dependendo dos estudos o risco foi 2 a 4 vezes maior.

Esta é uma relação difícil de provar porque os fatores a influenciar o risco de cancro são muito diversos. De qualquer forma existe alguma evidência publicada.

Uma revisão que pode ser consultada no International Journal of Cancer chegou à conclusão de que as bebidas quentes aumentavam o risco de cancro do esófago já há alguns anos.

Uma investigação feita em indivíduos iranianos concluiu precisamente que o chá quente aumentava o risco de cancro do esófago.

É necessário avaliar o contexto deste último estudo. Faz parte da cultura no Irão ter sempre chá muito quente em casa (água continuamente a ser aquecida).

Para beber ao longo do dia e é habitual que as pessoas nem esperem que o chá arrefeça e simplesmente o engulam.

Também na América do Sul a prevalência de cancros do trato digestivo superior é elevada e pensa-se que uma das causas pode ser a temperatura a que se costuma beber o chá-mate. 

No Ocidente, a forma de preparação do chá é menos intensa e normalmente entre a preparação do chá e a sua ingestão acabam por passar alguns minutos.

Além disso, é nosso hábito bebericar o chá.

Instituições ligadas à prevenção e tratamento de cancro recomendam que se evitem as bebidas demasiado quentes, principalmente se esse for um hábito diário.   

Não há motivos para alarme já que basta que deixe a sua bebida arrefecer uns minutos para que não haja lesão na sua mucosa.

Para evitar que se formem compostos indesejados, não deixe o seu chá ou outra bebida demasiado tempo a temperaturas muito elevadas.

É preferível aquecer bem a água e depois deixar a erva em infusão alguns minutos.

Lembre-se também que bebidas quentes não devem ser colocadas em recipientes de plástico e que deve bebê-las sem açúcar ou usando adoçantes naturais  ou até canela.