Apetece uma bebida gelada? À refeição é melhor não!

Alimentação Venha descobrir se uma bebida gelada durante as refeições te fará bem ou mal.
Você vai ler:

Nem sempre o que nos apetece é o que nos faz melhor.

Quando estamos cheios de calor, por exemplo, as bebidas geladas vão dar-nos a sensação imediata de frescura mas … o nosso corpo vai produzir mais calor para o estômago voltar à sua temperatura normal.

A sensação de frescura é só momentânea.

Muitos são os que também não dispensam uma bebida gelada (ou pelo menos bem fresca) para acompanhar a refeição, mas será que é boa ideia?  

A temperatura do nosso corpo mantém-se mais ou menos constante e em média ronda os 37ºC.

Se a nossa temperatura interna é de 36-37ºC é nesse intervalo que a digestão se processa. No estômago e intestino, as enzimas vão fazer o seu papel digestivo nessa temperatura.

O papel das enzimas é facilitar a digestão, pelo que se a temperatura do meio em que se inserem for diferente, não vão levar a cabo a sua função eficientemente (o processo fica mais lento).

A ingestão de líquidos gelados causa também contracção muscular e atração de sangue à zona gástrica, o que dificulta os movimentos que os músculos dos órgãos digestivos têm de fazer.

O corpo vai gastar energia para aquecer quando deveria estar a digerir.

A digestão fica mais lenta e pode causar desconforto. Isto acontece nos casos em que se ingere muito líquido (seja ele qual for) e muito frio. Quem já naturalmente tem dificuldades digestivas vai sentir mais esse efeito.

Se não beber muito líquido e tiver uma digestão eficiente sentirá menos os efeitos das diferenças de temperatura.

Assim:

  • A digestão precisa de água para ocorrer, mas a água dos alimentos pode ser suficiente. Se não gosta de beber com a refeição, não precisa de o fazer;
  • Se não prescinde de líquidos na refeição, beba pouco e de preferência à temperatura ambiente ou até morna.
  • Chás/infusões de ervas mornos são uma boa opção para acompanhar a sua refeição.