5 ajudas naturais para manter o sistema digestivo activo

Bem Estar Saiba quais são as 5 ajudas naturais para manter o sistema digestivo funcionando bem e de forma regular.
Você vai ler:

Quando se fala em activo e inactivo, tem de vir ao de cima naturalmente o sistema digestivo.

Este tem de estar sempre activo e a funcionar, sob pena de não nos sentirmos bem e de os processos de digestão, absorção e eliminação não ocorrerem da melhor forma. Isto acarreta consequências para o nosso bem-estar.

Assim, tenha noção de algumas ajudas a que pode recorrer.

Hortelã - Pimenta

É uma planta bem conhecida pelas suas propriedades calmantes em situações de indisposição digestiva e dores de barriga.

Existe aliás um medicamento unicamente com óleo essencial de hortelã-pimenta revestido por uma cápsula que permite que o óleo essencial só seja libertado no intestino delgado.

Ajuda no alívio de espasmos e distensão abdominal e a normalizar o funcionamento intestinal.

Faça chá de hortelã-pimenta quando sentir indisposto, com flatulência ou com sensação de mal-estar (tome várias vezes ao dia).

Ou sempre que quiser, já que depois de uma refeição também vai ser uma boa ideia. Pode até mastigar umas folhinhas se o sabor for do seu agrado a esse ponto.

Se quiser usar o óleo essencial, experimente apenas 2 gotas diluídas em uma colher de chá de água ou alguma infusão.

Alcachofra

Se comeu o que não devia ou está simplesmente indisposto e com um peso no estômago, experimente extracto de alcachofra.

O sabor não é agradável mas vai ajudar a sua vesícula biliar a funcionar melhor e permitirá uma digestão mais eficaz.

Encontra este extracto natural à venda em farmácias (gotas para misturar com água) ou pode também fazer chá de folhas de alcachofra que deve tomar 2 ou 3 vezes ao dia antes das refeições.

Gengibre

O gengibre é anti-inflamatório e conforta o estômago. É por isso uma boa opção se tem dores de estômago, sendo que também ajuda a aliviar enjoos (não só na gravidez). 

As suas propriedades antieméticas (diminuição do enjoo) e anti-inflamatórias devem-se à mistura de fitoquímicos e outras substâncias como o canfeno, felandreno, zingibereno e zingerona.

Crê-se que o efeito não seja unicamente a nível intestinal e gástrico mas também a nível do sistema nervoso central.

Está facilmente acessível na sua forma natural e pode fazer chá com pedaços da raíz. Combina muito bem com camomila (pode juntar folhas de camomila à sua infusão).

Também encontra gengibre na forma de pó e cápsulas, sendo que uma dose de 1 a 2 gramas por dia parece ser segura.  

Probióticos

A flora intestinal (saiba mais) é parte fundamental do nosso sistema digestivo, ajudando até na produção de vitaminas! Sem as bactérias correctas, o processo digestivo não tem a mesma eficácia e gera-se obviamente desconforto, gás excessivo, trânsito intestinal lento.

A toma de probióticos pode por isso ser fulcral para que o seu intestino funcione de novo bem.

Veja aqui quando pode ser necessário tomar um probiótico (saiba mais). Pense nessa possibilidade se tomou antibióticos recentemente, se sofre de obstipação ou se tem queixas digestivas. Alimentos fermentados também são uma boa opção (veja alguns aqui).

Água

Sim, a água é algo tão básico e às vezes tão menosprezada. Sem água o processo digestivo não se dá correctamente e na parte final do tubo digestivo vai ter de haver reabsorção de muita água para compensar aquilo que não bebe, levando a fezes duras e que podem até originar fissuras.

Assim, hidrate-se e mantenha o seu sistema digestivo a funcionar bem. Isto não quer dizer que deva empanturrar-se de água durante as refeições, importante é que mantenha uma boa hidratação ao longo de todo o dia.

Para acompanhar as refeições um copo de água/vinho/sumo natural/ infusão é suficiente.